domingo, 19 de setembro de 2010


Onde Estiver


Os dias são tão iguais o vento toca a janela
Não sei se sou tão capaz de viver (de viver sem você)
Sua indecisão (tentando aprender, seguir)
Quase me matou, me matou (desistir nunca mais)
Partiu meu mundo em dois (hoje espero você)
E agora eu sei
Essa me faz lembrar você
Onde estiver saiba que eu sempre estarei aqui
Mesmo que o tempo te levar
Onde estiver saiba que eu sempre estarei aqui
Mesmo que o tempo te levar
Tive que aceitar
Mas me perco sem você
Tive que continuar
Mas não vivo sem você
Essa me faz lembrar de tudo que passamos
Essa noite vou dançar sem você
Onde estiver saiba que eu sempre estarei aqui
Mesmo que o tempo te levar 
Volta sinto tanto sua falta
Nos meus braços eu guardo, teus abraços só pra te esperar
Vou te esperar...

                                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário